PT EN
06 Agosto 2020

DESENHAR, MOLDAR, PINTAR E COZER

A imperfeição é unicidade, característica maior da produção artesanal...

Ligar o Design ao Artesanato, aprender com a tradição, o saber fazer, criar contemporaneidade de forma sustentável, com técnicas e materiais ancestrais.

O barro acompanha-nos desde o início dos tempos, e na técnica de roda de oleiro ganha forma e vida. É aqui, na sua busca e pesquisa de raízes e sustentabilidade, que a Pura Cal cria diversas coleções de cerâmica utilitária e decorativa, reabilitando e recriando processos e técnicas imemoriais.

O processo absolutamente artesanal, sem qualquer intervenção de maquinaria, assenta nas mãos experientes do oleiro que faz nascer jarros, taças ou pratos de um simples punhado de terra e água.

Novos desenhos e ideias são moldados em diversas experiências e tentativas na busca de formas, na busca de respostas às atividades e estéticas dos tempos de hoje.

Só algumas ganham vida e secam sob o sol quente do Alentejo, depois passadas numa solução de caulino (Cal) e pintadas manualmente. Desenhos contemporâneos ganham forma por mãos e olhares vividos, onde cada pincelada conta uma história, uma vida, um modo de estar, não havendo duas iguais, tal como nunca haverá duas peças iguais.

O vidrado e a cozedura são as fases finais, procedimentos que vão conferir resistência e usabilidade. O Fogo completa o método, firma o barro, aviva as cores dos desenhos e as imperfeições das formas.

A imperfeição é unicidade, característica maior da produção artesanal, característica maior do ser humano, é aqui, uma impressão digital fixada no barro, uma pincelada fora do ponto previsto, uma falha escorrida do vidrado.  É a criação de peças irrepetíveis e únicas, marcadas pelos que as trabalharam e nelas deixam a sua alma.

Venha descobrir a coleção completa na Pura Cal.